Categorias
Carreiras - Construção e Transição Confetes e News Desenvolvimento de Pessoas

Desafios da Liderança

Existem muitos líderes que se acham bons e acreditam que não precisam aprender mais nada. Claro que o simples fato de não ser mau, já faz uma boa diferença. Mas, que tal ser um ótimo líder? Certamente isso vai se refletir no desempenho da equipe, no resultado final e, quem sabe até, esse cara pode se tornar uma referência na sua empresa.

Enfim, aqui vão algumas dicas para passar de uma estágio ao outro. Uma primeira atitude que vai carregar você para uma melhor posicionamento é você demonstrar confiança na sua equipe. O medo de que alguém cometa um erro pode fazer com que você centralize tudo e as possibilidades de seu time se desenvolver ficarão limitadas. Se existir alguém em que você não acredita, trate de ajudar a melhorar ou troque por alguém mais eficiente. Faça isso com muito critério, pois muitas vezes uma ajudazinha pode transformar um “mais ou menos” num excelente colaborador.

Ah, elogie a equipe sempre que o trabalho seja bem feito. Tenho certeza de que eles apreciarão seu reconhecimento, mesmo que não venha imediatamente acompanhado de aumentos salariais ou outros prêmios pecuniários imediatos. Mostrar que você é capaz de enxergar os esforços deles e como os aprecia vai criar boa vontade e mais dedicação.

Preste muita atenção aos pontos fortes de cada membro do grupo, só assim poderá relacionar habilidades com tarefas. Mostre o quanto um conhecimento ou experiência pode ser bem aproveitado no projeto que está coordenando, vai reforçar a confiança de todos. Estimule a cooperação e esclareça o quanto cada capacitação pode ser reforçada pelas outras.

Muito importante também é mostrar o quanto as tarefas são fundamentais para os resultados. Conte sempre sobre os ganhos que o time ou a empresa tem – ou terá – com o trabalho deles. É horrível para qualquer um não saber porque está trabalhando e se esforçando.

Ao final de um projeto, não deixe de pedir um feedback do seu desempenho como líder. Saiba o que poderá fazer melhor da próxima vez e deixe claro que está considerando a opinião de todos. E use essas informações para melhorar, sempre tem espaço para mais. Assim você chega lá.

Fotos: Taxila Business School e de sites encontrados no Google

Categorias
Confetes e News

Entrevista com Ana Fontes, após o lançamento da Rede Mulher Empreendedora

Claudia Reis, jornalista, assessora de imprensa e parceira do Executivas & Chiques, fez essa entrevista com Ana Fontes, que é publicitária com pós-graduação em marketing e várias outras especializações. Ana é casada e mãe de duas filhas. Durante mais 20 de anos trabalhou no mundo corporativo em grandes multinacionais. Há dois anos tornou-se emprendedora, sócia da AG4 Global Services detentora do ElogieAki http://www.elogieaki.com.br/ o primeiro portal de elogios do Brasil e do Rede Mulher Empreendedora www.redemulherempreendedora.com.br .

O que é a Rede Mulher Empreendedora?

É uma plataforma de serviços que tem como objetivo unir e apoiar as mulheres empreendedoras de todo país no desenvolvimento do seu negócio.

Fale sobre a Rede Social

A exemplo de muitas outras redes sociais existentes, a Rede Mulher Empreendedora www.redemulherempreendedora.com.br prioriza a integração, o conhecimento e a troca de informações entre as mulheres empreendedoras de todo Brasil. As participantes se cadastram, publicam um perfil do seu negócio, acessam dicas, notícias importantes, participam de fóruns de discussões.

E o Espaço Colaborativo?

Utilizando um misto do modelo de CoWorking e Incubadoras,  é um espaço de trabalho com toda infraestrutura de um escritório como acesso a internet, estações de trabalho, auditório, salas de reuniões, terraço de convivência, sala de café e almoço. Além disto, conta ainda com ferramentas de apoio ao negócio da mulher como uma rede de fornecedores e serviços, além de uma seleção de negócios com ramos diferentes para proporcionar o apoio mútuo.

Quais  os desafios que a mulher encontra na hora de abrir seu próprio negócio?

As mulheres, ao decidir abrir um negócio, conhecem bem o assunto do negócio ou seja a parte técnica, e aí surgem as dificuldades nas áreas administrativa, financeira e comercial e de comunicação que são os maiores para as mulheres empreendedoras. Hoje existem cursos de capacitação mas ainda não conseguem atender à demanda pelo volume crescente de empreendedoras.

A burocracia e os impostos é claro que também são entraves aos pequenos negócios, haja vista que as pequenas empresas arcam com a mesma carga tributária das grandes corporações.

É importante saber que ser  empreendedora tem uma grande vantagem da flexibilidade de horário, mas certamente você trabalhará mais do que em grandes corporações.

E as expectativas?

O Brasil está num ritmo de crescimento muito bom, a economia vai bem, o consumo em alta e isto é claro, é um ambiente propício para surgimento de negócios de oportunidades e também paro o desenvolvimento de negócios existentes.

Quais  as dicas  e sugestões na hora de investir?

Se você vai abrir um negócio, pesquise bastante na internet é claro, mas também pesquise fisicamente, vá gastar sola de sapato e conhecer alguém que já tem o negócio, não se preocupe em não contar a idéia, o mais importante é entender claramente o objetivo do negócio que você quer abrir. Faça contas, fale com possíveis clientes, troque idéias com amigos e familiares, certamente você estará melhor preparada depois destas rodadas de conversa.

O Brasil tem mais de 7 millões de mulheres empreendedoras. Necessidade ou oportunidade?

Hoje a grande maioria é por necessidade para complementar a renda do companheiro ou para sustentar mesmo a família. Porém os negócios com maior chance de sucesso são aqueles que aproveitam uma oportunidade atendendo uma necessidade do mercado e estes também estão crescendo.

Agradecemos muito à Ana Fontes e à Cláudia Reis por partillhar essa conversa com Executivas & Chiques.